© 2023 by Shutter Zone. Proudly created with Wix.com

Eixos Temáticos, Ementas e Referências dos

Grupos de Discussão (GD's)

 

GD I: Matriz curricular e a organização da Prática como Componente Curricular (PCC): quadro atual e perspectivas a partir da Resolução CNE/CP nº 02, de 01 de julho de 2015.

Ementa: Nesse GD serão debatidas as seguintes questões: O que é a Prática como Componente Curricular (PCC)? Por que foi instituída a PCC nas diretrizes curriculares de formação de professores? Quais as suas características? Como implementá-la no curso de formação de professores de matemática? Quais as contribuições?

Referência:

NÓBRIGA, J. C. C. A Prática Como Componente Curricular nos Cursos de Licenciatura em Matemática. 2019. 7p.


GD II: O Estágio Curricular Supervisionado: perspectivas a partir da Resolução CNE/CP nº 02, de 01 de julho de 2015.

Ementa: Refletir sob a forma como o estágio curricular supervisionado está sendo desenvolvido nos cursos de Licenciatura das Instituições de Ensino Superior de Santa Catarina, com base na Resolução 02/2015, e quais implicações para a formação inicial dos futuros professores de matemática.

Referência:

TEIXEIRA, B. R.; CYRINO, M. C. T. O estágio supervisionado como oportunidade de desenvolvimento profissional para futuros professores de matemática. In: FERREIRA, A. C.; LOPES, C. E.; TRALDI, A. O estágio na formação inicial do professor que ensina matemática. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2015. p. 81-112.


GD III: O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), Residência Pedagógica (RP) e outros programas: articulações entre o ensino, a pesquisa e a extensão.

Ementa: Desafios, limites e possibilidades dos Programas Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) e Residência Pedagógica (RP) no contexto da formação e inserção profissional.

Referências:

BORDIGNON, L. S.; NEZ, E.; PORTELINHA, A. M. S. O PIBID e a Residência Pedagógica: inovação ou reorganização na política de formação de professores? In: Anais do XII ANPEd - Sul. Porto Alegre, 2018.​ Disponível em: <http://anais.anped.org.br/regionais/p/sul2018/trabalhos>. Acesso em: 04 setembro 2019.

 

ANADON, S. B.; GONÇALVES, S. R. V. PIBID e Residência Pedagógica: efeitos nos cursos de licenciatura. In: Anais do X CIDU. Porto Alegre, EDIPUCRS. 2018. Disponível em: <http://editora.pucrs.br/acessolivre/anais/cidu/assets/edicoes/2018/comp-list-docs.html>. Acesso em: 04 setembro 2019.


GD IV: A matemática acadêmica e a matemática escolar na formação do professor.

Ementa: Apresentar elementos para refletir sobre algumas questões, tais como: Que matemática o futuro professor deve saber para ser um profissional competente? A matemática escolar deve repetir as características de formalidade, demonstrações, simbolismo e rigor da matemática acadêmica? A matemática escolar deve ser independente da acadêmica? A formação matemática acadêmica deve se restringir à matemática escolar? É possível uma relação dialética entre as matemáticas acadêmica e a escolar? Qual é a função da contextualização do conhecimento matemático na formação de professor?

Referências:

D'AMBRÓSIO, B. Formação de professores de matemática para o Século XX: o grande desafio. Pro-posições. 1993, v. 4, nº 1, p. 35-41.

LINS, R. C. A formação pedagógica em disciplinas de conteúdo matemático nas Licenciaturas em Matemática. Revista de Educação PUC - Campinas [online]. 2005, n.18, p. 117-123. Disponível em: <http://periodicos.puc-campinas.edu.br/seer/index.php/reveducacao/article/view/267/250>. Acesso em: 04 setembro 2019.

MOREIRA, P. C.; DAVID, M. M. M. S. O conhecimento matemático do professor: formação e prática docente na escola básica. Revista Brasileira de Educação [online]. 2005, n. 28, p. 50-61. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n28/a05n28.pdf>. Acesso em:  04 setembro 2019.

GD V: A formação inicial dos professores que ensinam matemática e diálogos com as propostas curriculares municipais, estaduais e nacionais​.

Ementa: Pesquisas, estudos e relatos de experiência tratando da formação inicial de professores que ensinam matemática em Cursos de Licenciatura em Matemática, Pedagogia e Educação do Campo. Dentre as temáticas a serem abordadas estão o currículo, o estágio supervisionado e a BNCC em articulação com as políticas públicas e as propostas curriculares municipais, estaduais e municipais. 

Referência:

Governo do Estado de Santa Catarina; Conselho Estadual de Educação; UNDIME; UNCIME; FECAM. Currículo base da Educação Infantil e do Ensino Fundamental do Território Catarinense: Matemática. Florianópolis, 2019. Disponível em: <http://www.sed.sc.gov.br/professores-e-gestores/30336-curriculo-base-da-educacao-infantil-e-do-ensino-fundamental-do-territorio-catarinense>. Acesso em: 04 setembro 2019.